A Secretaria Nacional da Mulher do PCdoB repudia de forma veemente os ataques que as vereadoras Daiana Santos e Bruna Rodrigues, do PCdoB; Karen Santos e Matheus Gomes, do mandato coletivo do PSOL; e Laura Sito, do PT, vem recebendo. Ao mesmo tempo se solidariza com a luta por direitos para as mulheres e a população mais pobre, para a população LGBTQIA+ e contra o racismo.

No início da semana, parlamentares que fazem parte da Bancada Negra do Porto Alegre (RS) receberam e-mails com ameaças de morte, e ataques racistas e machistas.

A violência política é inaceitável. Mas os poderosos de plantão não admitem que pessoas do povo, com costumes e prioridades diferentes daqueles da elite, ocupem os espaços de poder. Estão destinados a perder essa luta, porque as mulheres, os negros e todos os oprimidos não arredarão pé até conquistarem tudo que tem direito.

A Secretaria Nacional da Mulher do PCdoB presta sua solidariedade e continuará lutando para mais mulheres negras conquistem espaços na política e em toda a sociedade, até alcançarem sua completa emancipação, que será a emancipação de toda a humanidade.

Secretaria Nacional da Mulher do PCdoB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.